EU JURO, by Tânia Machado

FEIRA NACIONAL DE ARTESANATO

25 de novembro de 2012
Deixe um comentário

A Feira Nacional de Artesanato tem um custo de r$ 5 milhões de reais e é preciso os patrocinadores para pagar a conta final:
com a venda de stans temos cerca de R$ 1,8 milhões
com a bilheteria entre R$ 150 mil e R$ 200 mil…
o resto tem que ser patrocinio.
As pessoas as vezes me perguntam: por que gastar R$ 1,6 milhoes em cenografia. Por que não fazer um evento somente com stands e nada mais? Se shows, sem cenografia, sem oficinas, sem indios…
É que se fizer isto, teremos somente vitantes das classes C e D.
Fazendo um espaço cenografico e hollywoodiano, temos 60% de visitantes das classes A e B que tem mais dinheiro para gastar…
Como nosso motivo é fazer o artesão vender, temos que fazer uma espaço que faz bem aos olhos…
Mas para isto dependemos de patrocinios…e a prepotencia de alguns chega no limite…A Petrobras que há oito anos nos patrocina e achamos que seria garantido, informou há tres dias que não vai mais patrocinar. Outros patrocinadores que tinham prometido X, agora nesta semana informaram que seria X dividido por dois. Outros, agora ha menos de um mes da feira exigem tantos que se não precisasse do dinheiro, manda ele pra aquele lugar…
Não é fácil… ainda vou ganhar ma mega sena e mandar este monte de urubu pra P.Q.P.!!!!


Publicado em Uncategorized

ARTISTA PLÁSTICO

4 de novembro de 2012
Deixe um comentário

Estamos retomando o movimento da Mãos de Minas com os artistas plásticos.
Me lembrei de 1989, quando a Mãos de Minas estava começando e resolvemos fazer exposições com artistas plásticos.
Mandamos um comunicado para todo mundo para que apresentassem os trabalhos para a exposição que íamos fazer.
Não tinha muita noção disto e achava que tal qual feira de artesanato, com centenas de artistas.
Coomo começou a chegar muita coisa e eu não sabia como fazer para dividir as obras por setores resolvi chamar a Maristela Tristão para me dar uma ajuda na organização.
A primeira coisa que ela fez foi me dizer que estava totalmente equivocada e que não dava para fazer exposição em galerias com dezenas de artistas.
Disse que tínhamos que escolher no máximo 2 ou 3 e fazer a exposição com eles.
Então pedi a ela que ajudasse a escolher…
Aí vi que não entendia nada de arte…Tudo que tinha gostado ela disse que era lixo…tudo que tinha odiado ela disse que era arte pura…
Então fiquei pensando…quem compra quadros e objetos de arte…todo mundo…alguns compram porque acreditam naquela arte, mas a grande maioria são pessoas que nem eu que veem um bonito quadro que agrada aos meus olhos e gostaria de te-lo na minha parede…Não estou atras de Picassos…
Tenho quadros na minha casa de total desconhecidos…mas eu os adoro…


PUFF O FANTASMINHA…

4 de novembro de 2012
Deixe um comentário

Sabem que jã fiz teatro? Com bilheteria e tudo!!!
Pois é…eu era a Menina Maribel…
Foi muito divertido…


AVIAO

4 de novembro de 2012
Deixe um comentário

Outro dia me lembrei da epoca que ficava na Ponte Aerea BH – SP, onde toda semana pegava um avião de lá pra ca e daqui pra lá.
Com o tempo, acabava que as pessoas que ficavam na ponte aerea era quase sempre as mesmas, e nos encontravamos nas salas de embarque daqui pra lá e de lá pra ca…
Ai pegava intimidade e falava da familia, do gosto de cada um e quase sempre eu levava alguma coisa de Minas para São Paulo e assim como eu muitas pessoas faziam o mesmo.
Era liguiça, fuba, queijo minas, farinha de mandioca e por ai ia…
Quantas vezes dentro do avião alguem dizia que tinha comprado uma liguiça de primeira e eu falava, hoje to levando fubá e ai ele se lembrava que tinha esquecido do fubá e se não dava pra que eu cedesse um pouco que ele me dava um pedaço de linguiça…
Era muito engraçado…parecia o Mercado Central, cada um trocando o que tinha conseguido com o outro.