EU JURO, by Tânia Machado

NAO MEXAM NAS MINHAS GAVETAS

15 de setembro de 2010
Deixe um comentário

Voces tem visto que estou fazendo um esforço para a reeleição de Antonio Anastasia para a continuidade do Governo de Minas, para que o projeto de artesanato possa ser fortalecido e incrementado com ainda algumas necessidades nossas, tais como a criação de associações regionais de artesanato, para que, artesãos dos 853 municipios mineiros possam usufruir de todos os benefícios que temos.
Mesmo tendo um carinho especial pelo Patrus, estou trabalhando para Anastasia, até porque acredito que neste momento estou mais defendendo o Patrus do risco de participar de um governo que não cumpre promessas que será o caso do Helio Costa (o artesanato mineiro já sentiu na pele por três anos o descumprimento de sua palavra quanto ao artesanato quando os Correios prometeram por três vezes apoio a Feira Nacional de Artesanato e na ultima hora roeram a corda, mas ironicamente usaram os convites personalizados que lhes foram enviados e distribuíram para seus amigos) pois tenho a certeza de que o Patrus, na sua seriedade e honradez não merece isto. Acho que ele tem que voltar para o Ministério do Desenvolvimento Social e continuar o trabalho sério que vem fazendo lá nos últimos anos, sem escândalos, sem corrupção, sem benefícios para os amigos e parentes.
Mas pelas movimentações das ultimas semanas, estou vendo que a questão é muito maior do que reeleger Anastasia. A questão agora esta em derrotar Aecio Neves!!! SIM ISTO MESMO, O QUE BRASILIA QUER É DERROTAR AECIO NEVES E MINAS GERAIS.
Que o Aecio vai ser eleito senador, isto ninguém tem dúvidas! Que todos nós mineiros e grande parte dos brasileiros queremos que o AECIO chegue a Presidência da Republica, é um fato. Mas agora, querem, na marra, que Aecio seja derrotado na reeleição de seu sucessor, pois assim eles acreditam que o enfraquecerão.
Agora, vem o senhor Helio Costa dizer que se ele não for eleito, Minas não terá verbas!!! Desde quando o senhor Lula fechou as portas para Minas Gerais quanto a verbas? Até porque ele sabe da importância da economia de Minas para o Brasil e no governo que ele diz que é para todos os brasileiros, não acredito que tenha feito isto nos oito anos que esteve no poder.
Mas agora, estão usando de tudo, para derrotar Minas Gerais. Desde quando Brasilia tem o direito de vir intervir nas nossas eleições? Desde quando nossos candidatos a governador precisaram de forças externas para serem eleitos? Sempre elegemos nossos governantes pela decisão de nosso povo e não por influência de terceiros.
Por isto, peço a você que retransmita esta mensagem para o maior numero possível de pessoas. Não vamos deixar que interfiram na eleição em Minas Gerais e tentem fechar as portas para que num futuro muito próximo tenhamos AECIO NEVES na Presidência da Republica deste nosso BRASIL.
Peça aos amigos, aos visinhos, aos funcionários, a seus fornecedores, aos parentes, a todos que puderem atingir…Minas merece respeito!
Se você é de fora de Minas Gerais, mande para seus amigos mineiros…
Não vem mexer nas nossas gavetas, não!!!!
Tania Machado

Anúncios

O ENCONTRO COM O GOVERNADOR ANASTASIA

6 de agosto de 2010
Deixe um comentário

Artesãos de várias regiões de Minas Gerais reuniram-se na última quinta-feira, em Belo Horizonte, para declarar o apoio à reeleição do governador Antonio Anastasia. O governador se encontrou com representantes de cooperativas e associações de 58 municípios mineiros que entregaram manifesto com apoio de 1.000 artesãos. No documento, eles reconhecem que Minas é hoje o estado brasileiro que mais investe no fortalecimento do artesanato como atividade econômica. Antonio Anastasia foi saudado pelos artesãos que seguravam uma placa com o nome de suas cidades, demonstrando que o apoio da categoria vem de todas as regiões de Minas. A categoria também apoia Aécio Neves e Itamar Franco, para o Senado.“Nesses últimos oito anos tudo foi feito no governo. Fomos beneficiados com linhas de crédito, redução de tributos, mais tecnologia, do aumento do turismo e das feiras. Só temos a agradecer e pedir que nos ajude naquilo que é a nossa deficiência, mas essa deficiência é nossa, não deles”, a fundadora da Central Mãos de Minas, Tânia Machado.


CAMPANHA

25 de julho de 2010
Deixe um comentário

Na semana passada estive numa reunião com o pessoal da Cultura que esta apoiando a reeleição do Anastasia.
Eu estou lá pelo artesanato, pois, apesar de gostar muito do Patrus, quero ver a continuidade do trabalho que o Anastasia realiza em prol do artesanato desde 1993, quando era chefe de gabinete do Paulo Paiva na antiga Secretaria de Industria e Comércio.
Mas teve um momento da reunião que achei que estava num debate da oposição!!! Tinha umas duas ou tres pessoas (no grupo de quase 40) que começaram a falar…mas é preciso que seja feito isto…, pois a situação esta assim…nos não conseguimos fazer aquilo…por a situação estar assim…e diziam que na reunião do seu segmento com o Anastasia iam falar isto…
Fiquei horrorizada…Se o que eles falaram cai na mão da oposição, da-lhes informação…
Não era nada grave, eram coisas muito mais de pessoas que costumam ficar sentadas, esperando que o governo faça tudo por elas e como o seu fracasso fosse responsabilidade do governo…
Eu não vejo assim…no artesanato por exemplo, existem coisas que precisam ser feitas, mas elas estão muito mais num movimento que o artesão tem que fazer para usufruir dos beneficios que já foram implementados, do que novas politicas públicas…
Terça feira tem outra reunião do grupo…Se estes caras começarem a falar de novo do mesmo jeito, vou levantar e mandar eles procurarem outro candidato, pois no governo Aecio e no Governo Anastasia so tem lugar para pessoas que realmente querem crescer utilizando das politicas públicas que são implementadas e não por esmolas que o governo venha a dar. Eles respeitam o cidadão e não os tratam como párias!!!


MINAS GERAIS

14 de abril de 2010
Deixe um comentário

Estava aqui pensando no que iria escrever como sugestão para o nosso Governador Anastasia como programa de governo e me dei conta que não precisamos de praticamente nada.
No que diz respeito ao artesanato Minas já tem tudo, realizado nestes ultimos 8 anos.
A única coisa que pedi é fazer uma grande programa de organização setorizada do artesanato, mas dando a oportunidade dos próprios municipios liderarem isto e aí termos em cada um dos 853 municipios, pelo menos uma instituição forte.
Assim facilmente teremos uma instituição estadual também forte, representante de todos os municipios.
Sei que a Mãos de Minas é uma entidade fortissima e super competente, mas ela não pode se eleger representante de todos os 500.000 artesãos do estado. Sua importancia é muito mais de modelo a ser seguido e mostrar que uma entidade pode se organizar e ser auto sustentável.
Agora também não dá para nos (Centro Cape, Sebrae, ADLs, etc) que trabalhamos no desenvolvimento determinar o destino de cada nucleo artesanal do estado. Cada um deve tomar a decisão por si…quando quiser, da forma que quiser…Nos do desenvolvimento podemos é nos colocar a disposição, caso necessitem da nossa ajuda.
Mas tem que ser um projeto bem democrático, onde qualquer um possa ter acesso e não tão somente os poderosos.
Tendo instituições organizadas e fortes, as ferramentas para o crescimento já existem…projetos de tecnologia, legislação tributária, linhas de crédito, etc etc etc.
So falta isto para sermos muito melhores do que já somos… e aí tome folha de arruda, espada de são Jorge, patua, para espantar a inveja…


A FICHA CAIU…

26 de março de 2010
Deixe um comentário

Hoje me dei conta que falta menos do que uma semana para o Governador Aecio sair do Governo e assumir o Dr. Anastasia…
Não que as coisas vão mudar, pois como os dois sempre trabalharam juntos, o que um fez, foi endossado pelo outro, de forma que não justifica mudanças…
Mas é estranho, pois como o tempo passa rápido…Foi outro dia mesmo que o Dr. Anastasia era coordenador da equipe de transição de governo e estive com ele, se não me engano num prédio na Av. Afonso Pena, e falei sobre a questão do artesanato que ele acabou transformando na Superintendencia de Artesanato, nos dando muito mais do que pensávamos (já escrevi sobre isto).
Outra coisa que hoje passou pela minha cabeça foi o Servas…Atuei no Servas no governo Newton Cardoso, e um pouco no Governo Eduardo Azeredo. Na gestão de Andrea Neves estive presente todas as vezes que fui requisitada ou sentia que precisavam de ajuda. Não desmerecendo a Maria Lucia e Heloisa, mas a mudança é gritante… O Servas de Maria Lucia e Heloisa era um Servas assistencialista, onde “o dar” era o mote.
Na gestão da Andrea, foi o construir…Ela sairá deixando um grande legado para Minas Gerais.
Vita Vida, Centro Solidário, CMRR (que tive o grande prazer de elaborar os manuais), Digna Idade, Vozes do Morro, Campanha Volta, Valores de Minas, Proteja nossas Crianças, Brinquedoteca, somente para citar os principais…
E continuou com o que se fazia antes que era apoio a creches e asilos…
Envolveu o empresariado, não num atendimento pontual, mas num envolvimento com os programas que hoje fazem parte da Responsabilidade Social Empreendedora das empresas, ou seja, criou um vínculo que foi muito maior do que atender a um pedido da irmã do governador…Hoje as empresas se sentem donas dos programas e responsáveis pela sua continuidade…
Tive muitas conversas com ela…a maioria boas (tive ruins também, mas fazem parte dos relacionamentos saudáveis). Sei que ela vai fazer falta, mas seu legado existirá por dezenas de anos e servirá de exemplo de que os programas sociais dos governos podem ser muito mais do que doadores de cestas básica ou pacotes de leite em pó…
Andrea, espero que voce não suma e continue a apoiar os programas de Minas Gerais com sua criatividade e coragem para realizar!


O BRASIL CHORA…AECIO NÃO É MAIS CANDIDATO A PRESIDENTE

17 de dezembro de 2009
Deixe um comentário

O Governador Aecio Neves desistiu hoje de continuar candidato a candidato a Presidente.
O Brasil artesanal chora por sua decisão, mas também entende e respeita a sua atitude, que aliás, não poderia ser outra, considerando a forma que o PSDB paulista vinha tratando desta decisão da indicação do nome.
Agora o Serra terá que assumir o que adiou por tanto tempo e o Governador Aecio pela sua idade tem ainda muito tempo à frente para estar na Presidencia do Brasil ocupando a cadeira que deveria ter sido usada pelo seu avô.
O segmento artesanal que ficará prejudicado, pois com certeza, na Presidencia da Republica ele levaria para os 8,5 milhões de brasileiros a mesma dignidade que levou aos 500.000 artesãos mineiros.
Quem ganha muito com isto é meu querido Professor Anastasia que agora terá o melhor cabo eleitoral do mundo, já que como candidato a Senador o Governador Aecio poderá dividir todas as suas glórias e seu palanque com o seu mais fiel servidor que é o nosso vice governador Antonio Anastasia.
Não que ele não o faria, caso fosse candidato a Presidente, mas nesta situação haveriam composições políticas que poderiam prejudicar este apoio individual e irrestrito.
Agora vamos ao que é bom: vamos ter um senador que realmente é mineiro e sempre trabalhou por Minas e vamos ter um governador que será a continuidade do que vem acontecendo em Minas Gerais nos últimos 7 anos.
Artesãos brasileiros! Sinto muito, mas voces vão ter que esperar 2014 para ter aquele que será o melhor Presidente do Brasil dos últimos tempos.


GUSTAVO MAGALHÃES

27 de maio de 2009
Deixe um comentário

Vou dar uma pulada rápida para 2003 ou 2004, mas é que hoje estive com o Gustavo e não posso deixar de falar nele.
NO conhecemos no inico do Governo Aecio, quando estávamos tentando que o Estado nos cedesse a Casa do Conde onde queríamos fazer lá um grande centro de artesanato.
A partir dái, nao larguei mais do seu pé (coitado… rsrsrs).
Gustavo é meu esteio…Sei que sou briguenta, sou passional, não escondo isto de ninguém e acho que se não fosse assim, a Mãos de Minas, apesar de todo o esforço da familia Neves, já teria acabado.
Gustavo hoje, é Chefe de Gabinete do Dr. Anastasia, e tem sido meu grande conselheiro. Tenho total liberdade de falar com ele todos os meus sentimentos profissionais, estando certos ou não, sendo pesados ou leves, e é uma pessoa que me sinto bem.
Com toda a sua educação, ele sempre arruma um jeito de me falar o melhor caminho e a melhor forma de agir.
Tenho confiança plena nele. Tudo o que me diz, mesmo que nao concorde, faz parte de minhas meditações e tento entender que como ele me quer bem (tenho certeza disto), ele não envolve o seu posicionamento profissional politico com os seus conselhos ou direcionamentos.
Ás vezes ele já foi meu porta voz para o Vice Governador Dr. Anastasia, que também, nunca deixou de me responder, mesmo quando mandou recados que era para que me acalmasse e cuidasse das coisas com menos passionalidade.
São dois bons amigos que tenho…como já disse amigo não é aquele que fica te puxando o saco o tempo todo. Amigo é aquele que é sincero, mesmo que na sua sinceridade tenha que discordar de voce.


MARIA DA FÉ

13 de maio de 2009
Deixe um comentário

Em 1998, se não me engano, o nosso vice governador Antonio Anastasia, era Secretário Geral do Ministério do Trabalho. Estive com ele e pedi apoio para um projeto que tínhamos acabado de lançar que se chamava Arte Estruturada. O objetivo era levar o modelo Mãos de Minas para outras cidades. Ele imediatamente viabilizou um projeto com o apoio financeiro do Ministério do Trabalho.
Fizemos uma parceria com o Sebrae Minas com o projeto de Turismo que era gerenciado por Fátima Trópia e colocamos as cidades dos roteiros turisticos como prioridade.
A Fatinha (era assim que a chamavamos), nos entregou uma série de cidades e entre elas estava Maria da Fé.
Fomos lá e voltamos com o seguinte diagnóstico: sinto…lá não tem nada…so uns panos de prato de gosto duvidoso.
Fatinha insistiu…voces tem que voltar e achar alguma coisa.
Muito desanimados voltamos…numa pensão que estávamos conhecemos o filho do dono que se chama Domingos Tótora…falamos com ele o nosso problema e ele disse que conhecia uma técnica de trabalhar a fibra de bananeira e se colocou a disposição para nos ajudar a encontrar um caminho.
Juntou um monte de pessoas da comunidade e começou a ensinar a trabalhar a técnica do uso da fibra de bananeira com residuos de papelão de supermercado…
Resultado: hoje Maria da Fé não é so conhecida como a cidade mais fria do Brasil, mas também é conhecida pelo artista plástico Domingos Tótora e pela cooperativa GENTE DE FIBRA que exporta para a Europa e EEUU produtos que encantam os compradores pela sua beleza e pela sua criatividade.
Não devemos desistir na primeira dificuldade…às vezes o resultado positivo ainda não teve a chance de se mostrar…